Antoine de Saint-Exupéry

O jardineiro

O jardineiro

Fala sério, o pessoal da minha sala fez bonitinho o exercício proposto na matéria de Jornalismo Online, de bolar um perfil sobre alguém, ou melhor, algo que não seja de carne e osso, rs. Cada dia leio um mais legal. A Mariana de Faria (Mari!) fez um sobre o livro “Terra dos Homens”, de Antoine de Saint-Exupéry, e ficou um docinho como ela (e como ele!). Saint-Exupéry foi a alma iluminada que escreveu “O Pequeno Príncipe”, e não estou absolutamente nem aí para os críticos que dizem que ele foi apenas um bom carteiro pois, para mim, para incontáveis pessoas pequenas e incontáveis pessoas grandes que já foram pequenas um dia, ele foi além de um bom carteiro um ótimo escritor. Me fez sorrir na rua sozinha, me fez chorar e, sem saber, formou há anos atrás um pedacinho de quem eu sou hoje e pra vida inteira. Acho que isso tem alguma importância afinal.

petit prince“As pessoas veem estrelas de maneira diferente. Para aqueles que viajam, as estrelas são guias. Para outros, elas não passam de pequenas luzes. (…) Mas todas essas estrelas se calam. Tu, porém, terás estrelas como ninguém nunca as teve…

Quando olhares o céu de noite, eu estarei habitando uma delas, e de lá estarei rindo; então será, para ti, como se todas as estrelas rissem! Dessa forma, tu, e somente tu, terás estrelas que sabem rir!

E quando estiveres consolado (a gente sempre se consola), tu ficarás contente por me teres conhecido. Tu serás sempre meu amigo. Terás vontade de rir comigo. E às vezes abrirás tua janela apenas pelo simples prazer… E teus amigos ficarão espantados de ver-te rir olhando o céu. Tu explicarás então: ‘Sim, as estrelas, elas sempre me fazem rir!’ E eles te julgarão louco. Será como uma peça que te prego…”

(Meu trechinho favorito do Pequeno Príncipe =)

Como disse Saint-Exupéry (e concordo), vivemos num mundo, num sistema, que “tem jardineiros para fazer lindos jardins, mas não tem jardineiros para cuidar dos homens”. O livro “Terra dos Homens” faz apelo exatamente ao melhor que existe dentro de cada um de nós. Que sejamos jardineiros que cuidam de gente, então! Topas?

~ por LSReis em 26/05/2009.

11 Respostas to “Antoine de Saint-Exupéry”

  1. O pequeno príncipe é o primeiro livro que eu me lembro de ter ganhado. Tem uma dedicatória da minha mãe. Tenho que confessar que eu também acho a historinha bonita. Não li mais nada que o Exupéry tenha escrito, mas acho que não importa se o Príncipe não seja uma obra prima da literatura universal. É uma historinha infantil muito singela, com uma moral muito válida e necessária. E, afinal de contas, a literatura mundial não, definitivamente, feita de só de obras primas.

  2. Quanto a essa história de jardins de homens, detesto ter que te corrigir, mas isso já foi esclarecido há alguns anos, e já se tem uma conclusão definitiva sobre a identidade do jardineiro. É Jesus. E árveres, as árveres somo nozes.

  3. aaaaaaaaaaa x) muito obrigada, le! mesmo :)

    o pequeno príncipe é lindinho, né? essa parte que cê colocou aí é demais da conta… recomendo pra todo mundo!
    e eu concordo com você, eu acho isso tudo mesmo do saint exupery. no livro terra dos homens dá pra conhecer mais um tanto sobre ele, já que é meio auto-biográfico. tão sensível :)~

    um beijo grande pra você dona menina mais meiga do campus!

  4. ai, eu topo muito ler esse livro! eu to na fila pra mari me emprestar! :)
    e o pequeno príncipe lindo demais da conta. concordo que ele foi um grande escritor e não um simples carteiro!

  5. nem sabia da existencia desse outro livro!
    pequeno principe lindo demais *-*

    ps.: leia o blog do harry!!!!!!!!!!!

  6. Acho que o pequeno príncipe é o livro da vida da maioria das pessoas. É lindo demais.
    VocÊ foi bem feliz na escolha do assunto do post.
    Parabéns.

  7. Quem foi o bossal que disse que ele foi apenas “um bom carteiro”???

  8. quem ama a leticia levanta a maaaaaaaaao
    o//////////////

  9. foi ele quem me fez crer nos homens…
    de algum modo me tornou melhor.. rs

  10. Cara, esse livro, papai deu de presente de aniversário de namoro pra MAmãe! Contando que eles namoraram durante 4 anos (tempo de faculdade), casaram se não me engano 1 ano depois de formarem, e no ultimo dia 1/06 eles fizeram 41 anos de casados, significa que tem tempooo pra caramba… e o livro não perde a magia nunca! NUNCA!

    Eu sei que Mamãe, para os três filhos, escolheu a idade ideal de cada um ler. Pra mim, ela me deu na adolescencia e recentemente me fez ler de novo, sem saber que da primeira vez até a última eu ja tinha o lido diversas vezes! Amo! ;D

  11. aaah PS: Quem foi o bossal que disse que ele foi apenas “um bom carteiro”??? (2)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: